quinta-feira, 26 de março de 2009

A tragédia nos atingiu...

Ouvimos falar, vemos nos notíciários da tv, nos jornais, conhecemos pessoas que passaram por tragédias porém,  ninguém imagina o horror que é uma tragéda até que ela aconteça na nossa vida.
Minha irmã Thais, filha do meu pai, era a mais querida das irmãs. Alegre, linda, generosa, batalhadora, teimosa e muito brava... Preocupada com o Brasil, ativista do PT , jornalista, inteligente, determinada... Quantas vezes discutímos por termos opiniões diferentes...quanta bobagem... Quando o Lula ganhou a eleição a família disse: - Pronto! Agora aguenta a Thaís ! Quem me dera nunca ter dito isso, eu queria ter a Thais  por mais 100 anos. Como irmã mais velha que sou, penso que ela não podia ter ido embora primeiro, não é justo...Perdi a mana moleca, com quem dividí bom tempo e alegrias principalmente em volta do fogão preparando almoços e jantares para os diferentes malucos da família que ela fazia questão de aglutinar;  nosso pai e suas "esposas", nossos maridos e  filhos ( nossos e deles), nossas filhas e filhos com seus filhos e filhas... uma salada de gente que se amou, se magoou, mas  viveu ... Nunca mais haverão tais encontros... Não tive oportunidade de dizer o quanto eu a amava, não o suficiente, nunca é suficiente. Sei que ela  está bem melhor do que a gente pois, teremos que conviver com essa dor que nunca vai passar. Tento encontrar forças para apoiar meu cunhado, Sergio Alli, que sobreviveu ao acidente. Ele dirigia o carro que, por conta de um pneu estourado, capotou tres vezes, quebrou um poste ao meio e caiu numa ribanceira e eles foram lançados para fora do caro mais de 20 metros... Uma tragédia logo quando viviam seu melhor momento, profissional, afetivo e familiar. Difícil aceitar.
Minha irmã não tinha nenhuma orientação espiritual; aplicava o amor e a ética em todas as suas atitudes; ensinou seus filhos a amar e respeitar todas as coisas. Eu, sou da ala dos "crentes xaropes" da familia, baseada na minha fé, oro por todos principalmente pela Clélia (mãe dela), pelos meus irmãos Cassio e Lígia, meus sobrinhos Sofia e Pablo, que estão inconsoláveis, Aldo Pereira, nosso pai e Virgínia Belau sua esposa, que tentam sobreviver...
Agradeço ao meu Deus e  Pai Eterno, pelo tempo que tivemos juntas e pelo sangue que nos fez  irmãs.
Quando penso que já chorei tudo, meus olhos rebeldes vertem lágrimas, salgadas de saudade.
Aguem disse: "A saudade é o amor que fica."

10 Comentários:

bete disse...

Chora sim Marcinha, chora muito.

Depois passe na Alice, porque eu dei um abraço nela de encomenda pra você.

E foi dos bons.

neli araujo disse...

Mama linda,

A gente que tem irmã querida, nem consegue imaginar...

Recebe meu mais sentido silêncio e meu carinho.

Pavarini disse...

não sei falar nada nessa hora, querida. só chorar junto...

bjão

Wilcomjc disse...

Ainda não sei o que é uma dor como esta; a única coisa que posso oferecer são os ombros!

Que o Espírito vos consolem!

Alice disse...

Mamalinda do meu coração... to chorando com vc hoje, mas sem tardar, ainda juntinho de Thais, nos riremos muito ainda....e vc vai cantar pra gente (eu, Thais , e todos mais que amamos juntinho de Jesus ).

vc sabe, amo vc.

paulocassiano disse...

Cheguei aqui através do Twitter, mas nem consegui ler tudo... tragédias entristecem muito... Vou orar por vocês...

"Bauru" disse...

Mama, você e sua família estão em minhas orações. Não sabia do ocorrido e nunca passei por coisa parecida, mas perder alguém que amamos não é fácil nem quando já esperamos pelo pior. Mais ainda, acho, quando nos são tirados assim. Consolo só temos em Deus mesmo. Chorar não é sinal de fraqueza, mas a revelação de que aquele que foi deixou marcas profundas em nossa vida. Beijos em ti, amiga!

Tatá disse...

Mama,

Só posso dizer que te amamos muito e estamos chorando com você e quando Ele quiser estaremos sorrindo junto com ela no colo do Senhor.

Lavrador disse...

a morte faz parte da vida, temos de aceitar. Morrer sem esperança é cruel! Vida eterna sem Jesus, impossível!
Há alguns anos atrás morreu-me um amigo muçulmano a quem falei várias vezes do Evangelho...ele reconhecia que a sua religião não lhe dava alguma certeza mas nunca aceitou objectivamente...fiquei sempre com a esperança que nos últimos momentos de vida ele tivesse tempo ainda de aceitar!
Testemunhos como o seu despertam ainda mais a minha responsabilidade, não que as pessoas sejam salvas por causa de mim mas se eu fizer silêncio quais serão as consequências? Amor é mais que laços de amizade, amor é a dor dos outros que se torna nossa!
Eu poderia não ter dito nada, mas o que ganharia eu com isso?
Um beijinho de amizade!

Anônimo disse...

querida amiga! somente hj li seu post e senti seu sofrer , estou tb aqui choirando contigo e meu coração se entristece junro ao seu . Receba forças do Pai celeste e que o Consolador esteja penetrando em suas almas, espirito e coração trazendo o que somente Ele e capaz de ofertar nesse momento;
No mais amiga eis-me aqui!!! Bjs no coração amo vc
sandra gavazzoni

Postar um comentário

Comentários Recentes

Postagens Recentes


Blogging Blogs - Blog Catalog Blog Directory   Subscreva-se em Bloglines   Add to Technorati Favorites   Add to Google Reader or Homepage   Adicionar aos Favoritos BlogBlogs   Join My Community at MyBloglog!   Pingar o BlogBlogs   Divulgue seu blog!   DigNow.net  

     **MamaNunes Templates** >     **Politica de Privacidade**

Voltar ao TOPO