quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Feliz Natal?

Natal?

Sim! Natal!

Mesmo sabendo das histórias todas de sincretismo da data com os cultos romanos e pagãos do quarto século, quando da “oficialização Constantiniana” da fé?

Sim! Apesar disto!

E por quê?

Ora, é que conquanto Natal seja um acontecimento existencial e cotidiano, todavia, é importante que se tenha uma data no ano para que de modo mais intenso se possa refletir sobre o significado da Encarnação.

Portanto, ao falar em Natal, não estou sacralizando ou sincretizando datas e nem falando de Papai Noel como mascote do evento, mas apenas aproveitando aquele que se tornou o maior feriadão do ano, e a data de “memória natalina”, a fim de chamar as pessoas não para a “celebração religiosa” de uma data, porém, para O significado da Encarnação.

“Pois Deus estava em Cristo reconciliando consigo mesmo o mundo”; e ainda: “... para reconciliar o coração dos pais aos filhos”; ou mesmo: “... derrubando a parede da separação”.

Datas são importantes na medida do significado vivido existencialmente pelas pessoas; do contrário, elas viram feriadão apenas.

Ora, tão logo confessei ao Senhor fiquei sabendo por meu pai que a data do Natal era uma construção sincrética, porém, tanto ele quanto eu [e todos em nossa casa e nos lugares onde pastoreamos o povo de Deus], sempre celebramos o Natal no melhor espírito dos magos, dos pastores e dos pequeninos que viram numa noite qualquer aquilo que reis, príncipes e teólogos não conseguiam enxergar, conforme Mateus e Lucas.

(Trecho de um email que recebi do Caio Fábio)

Estou com ele inteiramente. Apesar de que nos últimos natais, tem sido difícil dissociar a beleza do evento, da compulsividade consumista. Entramos na "onda" de presentar, comer, beber, gastar... Uma bobeira que só causa angústia, ansiedade, cansaço e dívidas. TÔ FORA!!!

Não abro mão de comemorar o maior evento do mundo, com minhas filhas, genros, netos e agregados, dividindo o pão e abraços, mimos, carinhos e água fresca, se for o caso. Celebrar o nascimento do Mestre, com a simplicidade que ele nos pede e ensina. TÔ DENTRO!!!

beijos e inté...



4 Comentários:

Edna Federico disse...

Também adoro comemorar essa data em família.
Beijos

Alice disse...

eu tb to dentro !!!adoro Natal, adoro Jesus, adoro familia, adoro o amor... apesar de saber de todas as mazelas do mundo eu adoro essa data.
bjkassssssssssss

Andréa S. Augusto disse...

Tbém to dentro Querida....
Reunir todo mundo é tudo de bom....rsrsrs...
To com saudades de vc, simplesmente saudades....
Sexta-feira vamos pra SP, aí é só correria, todos querem visita....rsrsrsrs e o maridão quer matar a saudades de todos os familhares, afinal tem sido 1 vez por ano só...Sempre que der venho te ver e te ler...Beijos da amiga que te ama simplesmente...♥♥♥♥

Maya disse...

Sei não... Natal é uma data traumática pra mim. Ou eu passava com a minha mãe, ou com o meu pai, ou com os avós paternos, ou os maternos, nunca todos reunidos (meus pais se divorciaram qdo eu tinha cinco pra seis). E pra ser sincera, este ano queria estar na rua, acho que vou fazer um monte de sanduíches, comprar uns refirgerantes, como no ano passado, e distribuir, tem uns garotos que ficam sempre nos sinais de trânsito. Não sei.

Obrigada por sua visita no Blog, ele está lindo, né? Sempre que eu abro aparece aquele triangulinho amarelo ("concluído, mas contém erros na página"). O que é isso?

Beijos, feliz Natal...

Maya

Postar um comentário

Comentários Recentes

Postagens Recentes


Blogging Blogs - Blog Catalog Blog Directory   Subscreva-se em Bloglines   Add to Technorati Favorites   Add to Google Reader or Homepage   Adicionar aos Favoritos BlogBlogs   Join My Community at MyBloglog!   Pingar o BlogBlogs   Divulgue seu blog!   DigNow.net  

     **MamaNunes Templates** >     **Politica de Privacidade**

Voltar ao TOPO