sábado, 25 de agosto de 2007

* Johnnatan Ïvens * - Brilhante!

Johnnatan Ïvens

Uma homenagem a esse jovem poeta de apenas dezesseis anos...

Escreve muito!



As banalidades em especial

Eu gosto de ser o longe
Me fantasio de sonhar
Escolho estrelas e nelas me apóio
Minha maior sorte foi aquilo que perdi


Não existem ruínas do lado esquerdo
Quando no máximo me alimento é de nãos
Da noite escolho a luz
do sol, aproveito a sombra
Um simples iluminar basta àqueles que usam preto por dentro

Me resumo em outros lares
Me apego por gostos exóticos
Quando diz: ‘Aquela folha me toca o coração’
já me prendi
O desejo nasce do toque dos olhos

A mulher me desequilibra os pensares
Se me pego em devaneios de outras mãos, me repreendo:
O que é amor já me basta sem qualquer tato

As manhãs são notas em crescimento
Além da minha janela só há escalas subentendidas
Pelo vão das escadas escapam meus medos
Meu próximo degrau é esse verso

Edifico-me em risos
Eles têm lágrimas, mas não amo suas tristezas
Cabe a mim dar-lhes sorrisos
São eles a descoberta
Afinal são eles os amigos

Caibo em pequenas pausas
Minha voz é bem escura quando muitos
e bem firme quando sincera

Decido antes de pensar o que eu não vou acontecer
Choro e coiso
Coiso a todo instante
Coiso o amor, e ele me naufraga
Um respirar é violento suicídio quando não amo nada
Por bem me existo nas palavras

Tento-me ao prender atenção
seriedade me distrai
Só me é útil aquilo que não posso colocar palavras
O chão sólido não se usa em minha poesia

Assim como eu mesmo não sou poeta nesses versos
e também não sou humano
Ser humano num verso é sofrer ainda mais
Poesia, mesmo de lágrima, é pra alegria

Funciono sem minha biologia
Involuntariamente existo mais nas minhas letras que em meus sistemas
Por via de sonhos, não tem veia nem artéria meus sentimentos
O único combustível das minhas linhas é o amar
Para minha vida, não quero carregar nela além de um papel, caneta, amor e dor
Sem dor não haveria nem esse verso.


Visite blog e leia mais: www.nenhumcaminho.blogspot.com

2 Comentários:

Jac C. disse...

Oi, querida!
Como sei que é boa pra contar "causos" de vida... tem desafio pra vc lá no "Asas".
Mas só topa se quiser, ok?
Beijos e uma boa semana!

carla granja disse...

olá! cheguei ao teu blog através do blog do meu amigo zé k agora anda se esquecendo de mim e eu vou até ele para lhe dar nas orelhas:) gostei muito do teu blog e de certo k vou voltar. o meu blog é com poemas de minha autoria e hoje deixo um video para verem um jovem k andou na terra e era chamado de ´régory o jovem com voz de ouro e tu k foste cantora ,mas k serás sempre uma cantora ouve este jovem a cantar e de certo k vais adorar. eu nunca tinha ouvido uma voz tão bela. deixo o video e um adeus asse lindo jovem k tanto tinha medo da morte e acabou por morrer com uma doença genética. depois tenho lá a falar um pouco dele é um adeus k deixo ,não sabia o k podia fazer mais.
bjo
carla granja

Postar um comentário

Comentários Recentes

Postagens Recentes


Blogging Blogs - Blog Catalog Blog Directory   Subscreva-se em Bloglines   Add to Technorati Favorites   Add to Google Reader or Homepage   Adicionar aos Favoritos BlogBlogs   Join My Community at MyBloglog!   Pingar o BlogBlogs   Divulgue seu blog!   DigNow.net  

     **MamaNunes Templates** >     **Politica de Privacidade**

Voltar ao TOPO