sábado, 1 de novembro de 2008


Eu à poesia
só permito uma forma:
concisão,
precisão de fórmulas
matemáticas.
às parlengas poéticas estou acostumado,
eu ainda falo versos e não fatos.
Porém
se eu falo
"A"
este "a"
é uma trombeta-alarma para a Humanidade.
Se eu falo
"B"
é uma nova bomba na batalha do homem.
* DE "V INTERNACIONAL"
Tradução de Augusto de Campos
***************************************
Um pouco de poesia no silencio barulhento da mata, na solidão acompanhada de Deus e gatos carinhosos ronronando e pedindo colo. Eu também...

5 Comentários:

Roger disse...

Muito bonito e acima de tudo inteligente!

Lizzie disse...

Oi Mama, tudo bem?
Gosto muito de Maiakovski, em especial daquele trecho mais ou menos assim:

"Nos outros eu sei onde se abriga o coração: no peito.
Comigo a anatomia ficou louca: eu sou todo coração."

Belo e inteligente.
Parabéns pelo bom gosto.
Beijocas
Tenha um lindo domingo!
www.lizziepohlmann.com

lua prateada disse...

...um pouco de poesia em nossos corações, quão maravilhoso é...
Uma semana cheia de muita luz paz e muito AMOR !...
Beijinho prateado

SOL

bete pereira da silva disse...

ah que invejaaaaaaaaaaa eu quero morar numa mata rodeada de gatinhus

Daniel disse...

Graca e Paz!
Te linkei no meu blog.
Abracos, Deus abencoe.!
Bom trabalho.

Postar um comentário

Comentários Recentes

Postagens Recentes


Blogging Blogs - Blog Catalog Blog Directory   Subscreva-se em Bloglines   Add to Technorati Favorites   Add to Google Reader or Homepage   Adicionar aos Favoritos BlogBlogs   Join My Community at MyBloglog!   Pingar o BlogBlogs   Divulgue seu blog!   DigNow.net  

     **MamaNunes Templates** >     **Politica de Privacidade**

Voltar ao TOPO