sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Irai-vos...


Ontem fui à consulta com a psiquiatra que me atende há anos, desta vez não por rotina, mas para avaliação do desempenho do meu cérebro, da química toda que ele produz a revelia e me embaraça a vida toda, me põe triste e eufórica, linda e loura, mendiga e pedinte., indigente emocional. Meu cérebro me joga na gangorra do tempo e eu vejo a vida desfocada, prá cima, prá baixo, prá cima, prá baixo...
Ora bolas, dirão, e a sua fé, e seu Jesus, e o seu Deus?????
O meu Deus, que é vivo, me coloca diante de uma hábil e competente cientista que ilumina meus escuros, e me receita a poção mágica que injetada no cérebro, equilibra as substâncias neurotransmissoras e aí a gangorra para, e eu caminho, mesmo que um pouco tonta.
Meu corpo está comendo meus ossos. Doenças auto-imunes, auto destruição...


- Você tem que aceitar que está com muita raiva. - Diz a médica.
- Não precisa matar o vizinho, seu pai, suas filhas ou a "igreja", simplesmente aceite que está com muita raiva e pronto.

"Irai-vos e não pequeis..." Diz Deus.
Mas eu quero fugir na ira, eu quero perdoar, justificar, amenizar, colocar "panos quentes"...
Que bobagem... Dá prá segurar as funções fisiológicas?
Pois é... Assumo que estou com muuuita raiva, mas preciso cuidar da minha vida.
Me destruir ou deixar me destruir, seria pecar contra o criador.

*Efésios 4:26
"Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira..."

3 Comentários:

Alice disse...

Ihhh mana ... como eu te entendo... então escrevo, escrevo minha raiva, meus amores, minhas saudades e minhas decepções... de algum jeito tudo o que entrou vai ter q sair..... põe pra fora !!
amo vc !!

Maya disse...

Eu também tenho raiva, às vezes penso em alguma coisa que ainda não foi digerida... que azia! Péssimo. Em gerasl desconto no papel e na caneta. Escrevo, escrevo, escrevo. Às vezes publico. às vezes vou pra psicanálise pra falar da minha raiva, mas aí eu deito no divã... e falo de coisas que não têm nada a ver!!! Coisas que eu nem imaginei que fosse falar!

Beijo,

A raiva é um sentimento contra a INJUSTIÇA. Deus também sente raiva. A diferença é que a nossa vingança, a nossa retribuição é imperfeita, porque não é isso que nos cabe; a Justiça perfeita é dele. "A mim a vingança, a mim a retribuição". Não que não devamos lutar por nossos direitos, não é isso. Mas acima de tudo que seja feita a Sua vontade, não a nossa (isso é hard, totalmente punk).

Quem tecla não chora disse...

Mama como te compreendo...e poupo bastante meus psis...já não tenho paciência para falar com eles e falo sózinha pela casa,pelo papel...as drogas ,a serotonina ,benzos,fluoxetina,ajudam e maquilham...para não nos verem as olheiras da alma...mas ira-te sim...grita e cria...a arte é evasão boa,não prejudica ninguém...bjj:))

Postar um comentário

Comentários Recentes

Postagens Recentes


Blogging Blogs - Blog Catalog Blog Directory   Subscreva-se em Bloglines   Add to Technorati Favorites   Add to Google Reader or Homepage   Adicionar aos Favoritos BlogBlogs   Join My Community at MyBloglog!   Pingar o BlogBlogs   Divulgue seu blog!   DigNow.net  

     **MamaNunes Templates** >     **Politica de Privacidade**

Voltar ao TOPO